quarta-feira, 12 de outubro de 2005

Hoje seria o sexto dia sem postar nada neste blogger. E olha que eu havia prometido pra mim mesmo que após a correria do final de bimestre eu ia dedicar mais tempo pra mim... Na sexta-feira (07/10) não houve aula à noite. De manhã foram poucos alunos. À tarde fui à faculdade para instalar um programa para a edição de espectros de ressonância magnética nuclear. No sábado (08/10) fui dar aulas de revisão para o ENADE. As aulas foram sobre “reações de polimerização”. À tarde, fui jogar futebol com o pessoal de sempre, mas acho que foi pela última vez. Não pretendo jogar futebol com colegas que são agressivos e violentos dentro de quadra, muitas vezes chegando a serem desleais, e que depois se dizem ser “meus amigos” assim que o jogo termina. Pior: esses “caras” batem e sequer pedem desculpas. Não sei o que aconteceu com eles (na verdade, foram apenas quatro, mas o tumulto foi suficiente para que muitos abandonassem a quadra e voltassem para suas casas). De qualquer forma, penso que será a última vez que eu presenciei isso (pelo menos lá por aquelas bandas...) Aproveitei que saí mais cedo do futebol e fui à casa da vovó Lourdes (a mãe do meu papai...) O domingo (09/10) foi tedioso. Joguei futebol no período da manhã, mas a temperatura anbiente estava tão alta que joguei apenas duas partidas e fui nadar um pouquinho. O restante do dia foi um tédio só. Foi tão tedioso que eu e a Débora acabamos discutindo por probleminhas bobos. Como dizem, “cabeça vazia, oficina do diabo”. Traduzindo: ficar sem fazer nada é complicado demais, principalmente em uma tarde de domingo! Na segunda-feira (10/10) eu fui acertar minha vida pessoal. Fui ao banco para retirar meu nome do CERASA, acertei as contas de água e esgoto que estavam atrasadas, quitei minhas dívidas com os bancos. Paguei tudo o que devia – ufa! Aproveitei também para conversar com o meu primo Cláudio, que é o engenheiro responsável pela construção da minha casa. Passamos um bom tempo trocando idéias e acho que a casa vai sair mais caprichada do que eu estavapensando. À noite a Débora e eu saímos para tomar um sorvete que, aliás, acho que não me caiu muito bem... Na terça-feira (11/10) de manhã eu acordei um trapo! Não sei por que razão (teria sido o sorvete da noite anterior?), mas suponho que fosse por causa da coluna. Vocês não imaginam como esse bico-de-papagaio anda me incomodando! Às 9h30min fui ao oftalmologista para testar as lentes de contato. Apesar do preço (R$350,00), decidi que irei usá-las. Logo vocês poderão ver o que se esconde por trás desses óculos de Clark Kent... O problema é que essas lentes parecem alterar a entrada de luz no olho, de modo que eu passei o restante do dia com dor de cabeça por causa da luminosidade. No final da tarde, o dia foi salvo por um telefonema maravilhoso de um “amigo”. A notícia foi tão boa que eu estou começando a acreditar que o meu sonho profissional está cada vez mais próximo de se concretizar. Só depende de mim – olha que beleza!
Hoje, quarta-feira (12/10), dia das crianças e de Nossa Senhora Aparecida, fui nadar pela manhã. Estudei um pouco e fui ver a Débora por volta das 18h. E só...

Nenhum comentário: