sábado, 29 de outubro de 2005

Se precisasse usar um adjetivo para caracterizar o dia de hoje, eu escolheria "interessante". Acordei às 7h40min da madrugada... Calma, eu tive um bom motivo: precisava ir à Franca marcar presença na palestra do professor Eliezer. Trata-se de um professor muito conceituado dentro da área de Química Medicinal. Eu já o havia visto anteriormente em alguns congressos. Magro, cabelos brancos até a altura dos ombros, cavanhaque (também branco), sempre muito sério e de blazer. Acho que já perceberam que eu fui um pouco ressabiado assistir à sua palestra. E adivinhem o que aconteceu?
Eu quebrei a cara! Ele é a simpatia em pessoa! A palestra dele foi realmente um show! Muito bem humorado e com uma didática que pouco comum, principalmente em se tratando de professores de renome como ele, o professor Eliezer prendeu a atenção de todos por quase 1h30min! Pra ser sincero, eu fiquei até um pouco triste quando terminou. É claro que eu tive que cumprimentar-lhe ao final da apresentação, ao que ele respondeu: "É como vinho: quanto mais velho, melhor..." E aí, alguém tem coragem de discordar?
Encontrei-me com a Débora na praça de alimentação da faculdade e almoçamos juntos. Esperei o Eduardo terminar a prova (ele tinha vindo comigo de carro...) e retornamos por volta das 13h. Antes de sair, comprei um salgadinho da Elma Chips. Não sou necessariamente fã de salgadinhos; comprei mesmo foi por causa dos bonequinhos da Marvel que vêm junto, pra montar. Estou fazendo coleção!!!! O pior é que eu comprei um de lote mais antigo e o bonequinho não veio... Que raiva!
Chegando aqui em casa, fui ajudar o meu pai a regular as rodas do caminhão. Terminamos por volta das 16h30min. Calcei então a chuteira e fui jogar futebol no clube. Infelizmente o jogo durou muito pouco, pois dois colegas se desentenderam. Um deles é da minha idade, o outro não tem nem 18 anos. Eu tenho percebido que homens de idades diferentes não podem jogar futebol juntos. Sabem por quê? Porque os jovens querem apenas se divertir. Ficam fazendo "firulas", cujo objetivo é apenas "humilhar". Já os mais velhos (o meu caso, por exemplo...) são mais objetivos e jogam mais "sério", pra ganhar, e muito se irritam quando são "humilhados" pelos mais jovens...
Terminado o jogo, aproveitei para fazer os meus 500 m diários na piscina. Ainda tive pique para ir à academia, aproveitar os últimos 30min de jogo. O resultado de tudo isso é que eu estou "mortinho"! A Débora vai me matar quando me vir abrindo a boca de cansaço...
Mas é esse o preço que se paga por ter um namorado atleta!
(putz, essa foi foda...)

Nenhum comentário: