domingo, 23 de abril de 2006

Eu versus Bruna Surfistinha

Como já mencionei em posts anteriores, criei este espaço "inspirado" no blog da Bruna Surfistinha. Assim como ela, sempre procurei fazer com que fosse meu "diário virtual". No entanto, meus objetivos são diametralmente opostos aos dela. Enquanto ela encontrou em seu blog uma forma de se promover, eu via neste espaço uma simples forma de deixar registrado aos meus filhos quem e o que foi o pai deles.
Muitos dos meus amigos criaram seus blogs e fotologs, mas a maioria deles desistiram. Passei também por momentos críticos, onde pensei em abandonar este blog. Sentia-me só, como se estivesse escrevendo para mim mesmo. Afinal, eu visitava outros blogs e via dezenas de comentários. Já neste aqui...
Uma das coisas que mais me deixava desmotivado, perplexo e, de certa forma, inconformado era o fato que aventuras sexuais fossem mais interessantes que uma vida cotidiana. Não, isso não se trata de despeito nem tampouco de uma crítica pessoal à Rachel (o verdadeiro nome da Bruna Surfistinha). Penso que a própria "Bruna" sente hoje na pele o que estou querendo dizer, já que atualmente o seu blog, ao receber somente posts sobre sua rotina de "estrela em ascensão", não recebe mais o mesmo número de visitas de outros tempos.
Em momentos em que deixei-me abater por esta triste realidade, estive prestes a jogar a toalha e chutar este blog para o espaço. Entretanto, surgiram alguns "anjos" que não me deixaram desanimar. Entre estas pessoas estão a Ivani (coordenadora do colégio onde leciono), o meu amigo Eduardo Ambrozeto, minha irmã e o colega Eudes, do "Rapadura Açucarada" (pra evitar que eu desistisse, ele até incluiu este blog na lista de seu site, um dos mais visitados da intenet). Hoje considero que estas pessoas fazem parte deste blog, pois sei que pelo menos elas irão ler o que eu escrevo aqui...
Poucas horas atrás tive o imenso prazer de "descobrir" que este blog é visitado por um amigo altamente gabaritado, um doutorando em Estudos Literários. Este amigo (preservarei o nome dele, em respeito, caso ele não goste de se expor) classificou este blog como "uma das coisas mais autênticas da net". Tamanha foi minha satisfação ao ler seu comentário e saber que ele leu todas as postagens do blog que o meu sono (cadê ele???) foi-se embora. Já são 2h30min e eu não consigo dormir...
Meu amigo, muito obrigado pelos seus comentários e pelo seu enorme incentivo. Espero que possa continuar visitando o nosso "Narrativas", pois a partir de agora você faz parte dele também! Valeu!

Nenhum comentário: