segunda-feira, 3 de abril de 2006

Nó na garganta

Mais que cansativo, o dia foi estressante. Não consegui dar aulas nem no colégio nem na universidade. Não, o motivo não foi o cansaço, e sim o desinteresse e/ou descaso por parte dos alunos.
No colégio, demonstrei estar tão cansado que, em determinado momento, abri demais a boca (eita!) que cheguei a senti meus maxilares travando, principalmente na região próxima ao ouvido. É como se minha garganta estivesse com um nó... Nossa, que dor! Depois que me recuperei, acabei dando boas risadas.

Nenhum comentário: