domingo, 9 de abril de 2006

Tartarugas ninjas

Domingo. Cá estou em meu pequeno quarto, diante deste computador, a teclar no MSN com minha irmã. O sol reina soberano no céu. O dia está propício para ir à piscina, mas não posso. Uma forte dor na base das costas me incomoda e me impede de fazer movimentos bruscos. É o preço que pago por passar tantas horas sentado, diante de uma tela de computador, com o corpo praticamente parado.
Curiosamente, o som das teclas é às vezes interrompido por um barulho curioso. Parecem pedras batendo em um vidro. Não sei exatamente o que é e, pra ser sincero, nunca tive tempo para esta curiosidade. Eis, então, que ouço a mamãe dando gargalhadas na varanda. Levanto-me e vou ver o que está acontecendo. Ela, então, com o rosto escondido entre as mãos, praticamente chorando de rir, aponta para o aquário das tartarugas... Deparo-me, então, com uma cena de desenhos animados: as tartarugas, trabalhando em equipe, maquinam uma fuga.
Bom, eu pelo menos acho que é uma fuga, já que ambas são machos. Se bem que, a julgar pelo que tenho visto ultimamente, não duvido de mais nada...
Por um instante, eu me esqueço das dores nas costas. Agora somos dois a dar risadas na varanda...

Nenhum comentário: