quinta-feira, 17 de agosto de 2006

Depressão - The beginning

Cá estou novamente, tentando escrever o que tem se passado comigo nos últimos dias. Não considero que este post seja necessariamente uma atualização. Talvez possamos considerá-lo como uma espécie de desabafo ou reflexão. Não sei como começar nem tampouco onde quero chegar. Este, sim (o Márcio pode dizer...), é um post recheado de autenticidade... Neste exato momento minha coluna dói. Acabo de dar 5 aulas noturnas no colégio da rede pública. Em uma das classes, eu dei uma “apelada” de leve. Disse que não ia gritar e os acusei de terem uma idade inferior à que seus tamanhos físicos merecem. Uns três ou quatro alunos estavam tumultuando a sala. Estressei. Ontem também acabei me irritando na biblioteca da universidade. Um estagiário, não sabendo que eu ia ao campus somente às quartas e quintas-feiras, colocou a data de entrega para a segunda-feira. Em resumo: tive que pagar R$4,00 de multa. Após respirar fundo e tentar me controlar, estendi a mão com uma nota de R$10,00, ao que a moça respondeu: “Professor Crotti, o pagamento é lá na tesouraria”. Putz!!! Respirei fundo umas 10 vezes, mas não consegui conter um “isso é um forte desestímulo para que eu não bote mais os pés aqui nesta biblioteca”. Hoje fui pedir desculpas, pois achei que ela não merecia ouvir aquilo nem tampouco era culpada pelas regras da universidade. As aulas à noite na universidade, então, nem se fala. Os próprios alunos me perguntaram se eu estava cansado. Um deles chegou a questionar o porquê do meu nervosismo. “Não estou nervoso, não. Você nunca me viu nervoso”, respondi a ele. Na universidade, surgiram três alunos de iniciação científica para serem orientados por mim. Nos dois primeiros dias, eles mostraram um grande interesse e foram pontuais também. Contudo, como eu é quem tenho que lhes ensinar, estou um bagaço!!! Para completar, uma aluna de mestrado vai qualificar... e eu sou o ORIENTADOR dela!!! Na aula de hoje à noite, cheguei 10min atrasado. Fui em direção à sala sob o olhar descontente (obviamente, com razão...) da diretora da escola. Estou até mesmo sem paciência (ou será inspiração?) para postar uma história de verdade neste blog (ou melhor, de terminar de escrevê-la). Peço aos meus amigos, que sempre passam por aqui à procura de distração, as minhas sinceras desculpas. Talvez eu esteja desanimado por causa do calor, do estresse ou porque as coisas não seguem como eu queria. Ou pode ser que eu esteja entrando em depressão por causa do efeito combinado de todas estas causas. Os sorrisos vão desaparecendo aos poucos e o brilho de viver vai sumindo de meus olhos. O que me deixa mais irritado em toda esta história é o fato de estar irritado sem motivo aparente. A mamãe diz que estou caindo em depressão, e que a minha coluna é quem está sofrendo com isso. A questão que não quer calar é: o que devo fazer???? Vou dormir. Quem sabe Deus não aparece para mim em sonho e me traz esta resposta?

5 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Márcio Roberto do Prado disse...

Tonhão, Tonhão…

Rapaz, hoje deu pra ver que as coisas andaram complicadas, né ? Cara, embora não tenha uma coluna tão rebelde e tenha sempre fugido dos problemas da atividade docente, posso dizer que consigo, ao menos, imaginar o que andou se passando. Pois é, não é fácil… Não é fácil? Isso é pouco: é fódis bagaraio, do jeito ruim. E, sabe, vi até que você apagou um comentário nesse post. Era zoeira (propaganda, vírus, etc.) ou você estava realmente tão irado que apagou algo de que não gostou? Acho que foi a primeira opção: as pessoas que comentam aqui são seus fãs. Mas, de qualquer jeito, conta aí, please…

Com relação à probemaiada, sem querer cair naquela mesmice piegas de “força, continue em frente, etc. e tal”, queria apenas reforçar que suas ações são movidas por um compromisso ético. Não moral, nada disso. Ético mesmo, de ethos, daquilo que faz você ser o que você é. Assim, apesar da falta de receptividade em alguns casos, bem como dos percalços administrativos, acho que perseverar sem se corromper faz de você o grande cara que você é. Então… Bola pra frente (embora você tenha dito que está mais pra becão ou volante de contenção). E, caso as coisas fiquem muuuuuito incômodas, ao menos por um tempo, bola pro mato que o jogo é de campeonato. Resumindo: superar eu sei que você pode; superar eu sei que você vai.

E nada de depressão, por favor. Diante das dificuldades, lembre-se de tudo que conquistou até agora. Acho que tem muuuuito mais a comemorar do que se lamentar, né?

Brother, abração,

Márcio

Antonio E. M. Crotti disse...

Grande Márcio!
Engraçado como a vida da gente parece ser como uma onda, no sentido próprio da palavra. Às vezes nosso espírito está no ápice, como se estivesse no que chamaos de "crista". Outras vezes encontramo-nos nos vales, ou seja, nos pontos mais baixos... Ultimamente tneho me sentido em um vale. E olha que a crista a ser escalada parece ser alta demais...
Com relação ao comentário que deletei, você adivinhou! O comentário apareceu imediatamente após a postagem. Era propaganda de sites contendo fotos de garotas nuas. Nem pensei duas vezes e deletei mesmo! Putz, era só o que me faltava!!!!
Valeu pela força, brother!
Abração!
Tonhão

Marcelo disse...

É.. tem época que é assim mesmo, é só estresse, correria, as coisas não param por um segundo se quer.

Mas se eu fosse você não desanimaria, mesmo que a situação seja desfavorável. Ora, se já acredita em Deus, melhor ainda! Então não deixe de ter fé em si mesmo! Não deixe que essa tristeza invada sua vida, pois se ela chegar por não querer sair e isso não é legal, acredite!

Mesmo que não tenha tempo, experimente fazer alguma coisa diferente e engraçada, uma brincadeira, um sorriso diferente. Ai você se pergunta "E no que isso vai ajudar me tirar disso?" Em nada! Mas vai ajudar você a se sentir melhor. Por exemplo: Cumprimente pessoas que você nunca viu na rua e observe a reação delas. Algumas vão estranhar, outras vão sair e algumas vão sorrir. Mas no fundo, no meio de toda essa correria é tudo que elas (e você) precisam!

Aos poucos vai melhorando, mesmo correndo tanto!! Se cuida, caro amigo!! =D

cristine disse...

Epa..
Torcendo para a má fase passar.. e passar logo!


Nem dá pra comentar depois do Márcio, pq ele diz tudo..
Então só deixo meus votos de melhoras e de uma ótima semana! Até a próxima!

Beijos! ^^