domingo, 24 de dezembro de 2006

Feliz Natal!

24 de dezembro. O relógio do celular acusa que faltam poucos minutos para que o dia natalino torne-se mais uma vez realidade. Dentro de poucos instantes deveremos (ou pelo menos deveríamos...) abrir nossos corações para a chegada do menino Jesus. Acho que não há um motivo mais forte neste mundo, pelo menos não agora, que me faça refletir sobre o período difícil que tenho atravessado... Talvez os que lerem este post entendam, em partes, a ausência de atualizações neste blog... É um pouco complicado escrever sobre este assunto e, ao mesmo tempo, expor publicamente minhas fraquezas, mas se este espaço é realmente um “diário virtual”, não há razões para esconder. O fato é que nos últimos meses tenho me sentido distante de Deus. Sei que ele está por perto, pois sei que se não estivesse com certeza eu estaria com problemas de saúde ou teria perdido algum ente querido... Mas a questão não é essa. Minha grande preocupação, e a que realmente me incomoda agora, é a postura de comodismo que tenho adotado diante do isolamento a que tenho me submetido. Tenho passado a maior parte do tempo trabalhando, sem deixar tempo para as coisas realmente importantes da vida... Aqueles fiéis amigos que acompanham este espaço devem se sentir decepcionados com a falta de atualizações neste espaço. Eis um outro fato que me entristece bastante... Não tenho sentido fôlego para escrever... Tantas são as coisas boas que têm acontecido comigo, e tantas outras situações interessantes que vivi no passado, que precisam ser narradas, e eu não tenho encontrado ânimo para fazê-lo... Não é problema de tempo: é falta de ânimo mesmo... Essas e outras coisas fazem com que eu me sinta interiormente confuso. Talvez seja a chegada iminente de um novo ano sem que eu tenha conseguido fazer o que eu precisava neste que está por terminar... Putz, cá estou novamente pensando em trabalho...Neste Natal, o que mais desejo é que Jesus possa renascer no coração de todos nós, e que a Luz por Ele trazida possa iluminar o nosso caminho, para que saibamos valorizar as coisas realmente importantes nesta vida...

Nenhum comentário: