segunda-feira, 4 de junho de 2007

Desânimo

São 23h46min. O sono e o cansaço estão prestes a derrubar-me. Estou exausto. Hoje foi um dia muito cansativo, principalmente a parte da manhã. Tive aulas no colégio e, como de costume, as aulas nos primeiros anos do ensino médio foram terríveis. Não consegui sequer falar... Quando precisava de silêncio, batia a caixinha do apagador na mesa, mas diante de tantas pancadas, ela se desfez em vários pedaços, o que foi mais um motivo de risos para os alunos. Confesso que jamais me senti tão desanimado e sem forças para dar aulas no ensino médio como agora. Já não consigo ver o que posso fazer por aqueles jovens. Em uma das salas, quando comecei a falar, um deles disse: “Vixi, senta que lá vem história”. Na outra, quando fui chegando, uma aluna foi irônica e disse: “Sabia que eu não senti falta de você?” Por essas e outras (talvez, obviamente, por mais do que outras), que eu começando a desejar que minha passagem pelo ensino médio termine em breve e ocorra o que eu estou sonhando... Para isso, no entanto, terei que arranjar forças para lutar. No momento, entretanto, a única luta que quero travar é com o meu travesseiro, deitado naquela cama aconchegante lá do quarto. Essa é uma luta que eu quero muito perder o mais breve possível...

Nenhum comentário: