domingo, 3 de março de 2013

À espera de um anjo


Meu anjo,
Essa é a única palavra que me vem à mente neste momento para referir-me a você. É curioso como a gente se conhece há tantas vidas mas eu, por enquanto, ainda sei tão pouco sobre você. Mas eu não tenho pressa. Na verdade, eu soube da sua existência há apenas 10 dias. Desde aquele instante eu passei a amar-te incondicionalmente. Pra ser sincero, eu ainda estou em êxtase diante de tamanha felicidade. Há tempos eu pedi a Deus pra que a gente se encontrasse, e isso vai acontecer muito em breve. E você pode ter certeza de que vamos  ser muito felizes. Se eu tivesse pedido incansavelmente a Deus por um milagre, é pouco provável que ele viesse em um momento tão especial e, por que não dizer, inesperado.
Neste momento, o que eu mais faço é rezar por você. Rezo por sua saúde e para que Deus derrame em você todas as bênçãos possíveis. Estou ansioso para o momento de nos encontrarmos e de nos conhecermos melhor. Eu espero que nós tenhamos uma vida juntos, e que nossa convivência seja repleta de harmonia, paz, alegrias, amor e cumplicidade. Eu sei que ainda levará um tempo pra que você leia e entenda essas palavras, mas quero muito que você o faça algum dia. É preciso e necessário para que você entenda o quanto você é especial para mim.
Estou tentando preparar-me para o nosso encontro. E quando isso acontecer, daqui a mais ou menos nove meses, estarei disposto a doar a melhor parte de mim a você, assim como fiz com seu irmão. Estou ansioso para sentir a felicidade que você vai adicionar ao nosso lar com a sua presença.
Nós te amamos, meu pequeno anjo, e desde já estamos te dedicando muito amor e carinho para que você seja uma das crianças mais doces do mundo.
Com amor,
Papai

Nenhum comentário: