sábado, 23 de março de 2013

O concurso - parte 2


Terça-feira, 19 de fevereiro. 3h da manhã. Estou exausto. Venho brigando com o sono há uns 20min. Não consigo mais manter os olhos abertos. Além de pesados, eles ardem. Não sei o que fazer, pois ainda não terminei de preparar o resumo sobre reações radicalares. Todos os outros estão prontos, mas eu lamento não ter me tocado para este. Foram praticamente seis meses de estudo... Como não fui me lembrar deste? De qualquer forma, agora não adianta lamentar o leite derramado. Além disso, há apenas 10% deste tópico ser escolhido. Por isso, considerando que para estar no local da prova no horário marcado eu precisarei acordar às 5h30min, pelo menos, vou desistir e ir para a cama. Preciso de pelo menos duas horas de sono pra manter-me de pé.
8h50min. Estamos na sala onde a prova teórica será realizada. Estamos todos tensos. Afinal, esta prova é eliminatória. Quem não conseguir nota 7,0 de pelo menos três membros da banca está eliminado das próximas fases do concurso. O presidente da banca irá sortear o conteúdo e pede pra alguém venha conferir se as dez pedrinhas estão corretas. Na tentativa de ser cavaleiro e poupar as demais candidatas de se levantarem, sigo em direção ao presidente e confiro rapidamente que todas as dez pedras estão lá. Quando vou me virando, o presidente pede pra que eu enfie a mão no saquinho e escolha uma pedra. Eu olho para as candidatas, tenso. “Gente, não me deixem fazer isso... Eu tenho azar nessas horas...” Todas riem. Eu enfio a mão e trago de volta o número 9. O presidente confere a lista para ver a qual tópico este número se refere. “Reações radicalares”. Eu fico inconformado. As demais candidatas também...
9h20min. Estou tentando anotar algumas informações do resumo que preparei, mas até isso é difícil. O assunto não me é muito familiar, então não me sinto muito seguro. Mas o tempo está passando, eu tenho apenas mais 30min pra poder anotar alguma coisa pra usar nas próximas 4 h de prova. Decido então passar o olho e selecionar algumas coisas importantes. É um momento de muita tensão.
13h50min. Sou o último candidato a entregar a prova. Escrevi 20 folhas. Considerando o meu conhecimento sobre o tema, estou até satisfeito com o resultado da prova, porém não sei como foram os outros candidatos. Existe também a possibilidade de ninguém ter sido aprovado. Mas não adianta especular. O que está feito, está feito. Agora que seja o que Deus quiser.
(to be continued...)

Nenhum comentário: